sexta-feira, 29 de julho de 2016

Pudim de Framboesa



Ingredientes:

(Para o Pudim)

1 lata de leite condensado
1 chávena (de chá) do sumo de framboesa
1 colher (de sopa) de amido de milho
4 ovos

(Para a Calda)

12 framboesas esmagadas
1 chávena (de chá) de açúcar

(Para a Decoração)

Framboesas q.b.

Preparação:

(Da Calda)

Numa panela, coloque as framboesas esmagadas, e o açúcar, leve ao lume brando e deixe ferver por aproximadamente 10 minutos ou até formar uma calda não muito grossa nem muito liquida. Numa forma de buraco de 20 cm de diâmetro, verta a calda e espalhe pela forma toda, reserve.

(Do Pudim)

Com a ajuda da varinha triture framboesas e coe com um coador de rede, encha uma chávena de chá com o sumo que coar, reserve.
Numa taça coloque o leite condensado, o sumo das framboesas, o amido de milho, e os ovos, até formar uma mistura homogénea e coloque na forma caramelizada com a calda de framboesas.
Leve ao forno a 180ºC, pré aquecido, em banho maria por aproximadamente 45 minutos ou até que, ao enfiar um palito, ele saia limpo. Retire do forno, deixe arrefecer completamente e leve ao frigorifico pelo menos 4 horas ou mais. Desenforme, decore com framboesas e sirva.

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Mousse sabor a Manga

Olá, gosto de vos dar sugestões saborosos e fáceis de fazerem! Hoje quero vos dar a conhecer a deliciosa Mousse sabor Manga da Condi
Uma sobremesa deliciosa que vai agradar a família e os amigos. Experimentem! Beijinhos.




Ingredientes:

1 saqueta de preparado em pó para Mousse sabor Manga Condi
250 ml de leite frio
Manga para decorar 

Preparação:

Num recipiente, verta 250 ml de leite frio.
Adicione o conteúdo da saqueta e com a batedeira eléctrica, à velocidade mínima, misture durante 1 minuto. Bata seguidamente durante 4 minutos, à velocidade máxima, até obter a consistência desejada.
Verta a mousse em taças individuais, e leve ao frigorifico durante 2 horas antes de servir.

DICA: Finalize a mousse decorando com a própria mousse, num saco de pasteleiro com a boquilha que mais gostar, coloque mousse e decore, coloque manga também para decorar. Ou pode sempre cortar pedacinhos de manga e ir alternando mousse e manga, vai ficar uma sobremesa bonita e muito saborosa para poder servir a família e amigos. 

terça-feira, 26 de julho de 2016

Bacalhau à Zé do Pipo


Ingredientes:

1 kg de batatas
50 g de manteiga
4 dl de leite quente
4 postas de bacalhau Constantinos
2 dentes de alho
2 dl de azeite
1 cebola
1 dl de vinho branco
5 dl de maionese
Noz moscada q.b.
Farinha q.b.
Azeite q.b. para fritar
Sal q.b. Rui Simeão Tavira Sal
Pimenta branca q.b. Suldouro - Navires

Preparação:

Coza as batatas em água temperada com sal. Escorra e reduza a puré.
Coloque num tacho com a manteiga e leve a lume brando. Acrescente o leite aos poucos, mexendo sempre. Tempere com pimenta e noz-moscada e retire do lume. 
Pré-aqueça o forno a 220ºC.
Seque as postas de bacalhau e passe-as por farinha. Frite em azeite e coloque-as num recipiente próprio de ir ao forno. À parte, pique os alhos e refogue no azeite. Descasque e corte a cebola em meias-luas e adicione ao refogado, juntamente com o vinho.
Deixe apurar e regue o bacalhau com o preparado. Cubra com a maionese e disponha o puré em volta. Leve a meio do forno, durante 20 minutos. 

Parcerias do Bom Sucesso - Orivárzea

Boa tarde, estou aqui novamente para vos dar a conhecer a nova novidade, a parceria com o Bom Sucesso - Orivárzea


A História da Orivárzea:

A história da Orivárzea começa em 1997, quando um grupo de 10 dos mais importantes orizicultores da Lezíria Ribatejana decide dar as mãos e juntar as forças para produzir e comercializar um arroz de excelência com qualidades únicas, e fazê-lo chegar ao consumidor final a preço justo.

A rentabilização dos meios de produção, e o acerto de um projecto fundado no espírito de solidariedade e entreajuda, rapidamente atraíram novos agricultores que foram crescendo através dos anos até chegarem aos actuais 37 associados com 5000 hectares semeados. Todos Ribatejanos, todos produtores de arroz, todos fiéis aos princípios de certificação que garantem um arroz muito acima dos padrões oficiais de qualidade e com um controle absoluto do processo produtivo, desde a semente, produzida pela Orivárzea, até à embalagem na prateleira do supermercado.

Mas a tradição da Orivárzea nasceu muito antes de 1997. Berço privilegiado do cultivo de arroz em Portugal desde finais do século XIX, a Lezíria Ribatejana viu passar pelas suas largas planícies gerações de agricultores a quem o tempo e a prática ensinaram os segredos da orizicultura de excelência no estuário do Tejo.

Descendentes destes pioneiros, e com uma herança já secular na produção e comercialização de um arroz tradicional, os associados da Orivárzea entram no mercado do século XXI com pergaminhos de antiguidade e visão de futuro, fazendo desta marca uma referência na produção de arroz de grande qualidade, não só em Portugal como em toda a Europa. A qualidade do Arroz Carolino produzido pela Orivárzea na Lezíria Ribatejana é de tal forma distintiva, que para além do mercado nacional o produto é hoje exportado para os mercados da Suíça, Polónia e Bélgica.

Além disso, empresas tão exigentes como a Danone/Milupa e BENEO-Remy, referências no mercado da alimentação infantil, confiam hoje na qualidade do arroz Orivárzea como matéria prima selecionada para a rigorosa preparação dos seus produtos.

É claro que, como quase todos os produtos excepcionais, o segredo da Orivárzea está no cuidado que uma quantidade limitada permite dedicar a todas as fases da produção. É que ao contrário da generalidade das marcas de arroz disponíveis no mercado, o arroz produzido pela Orivárzea é inteiramente cultivado pelos seus associados na Lezíria Ribatejana. Sendo a sua produção limitada, e uma vez que a Orivárzea nunca adquire arroz de outros produtores, a colheita de cada ano pode esgotar no fim do Verão. A nova Colheita chega ao mercado no Outono. "

Os produtos de arroz que o Bom Sucesso - Orivárzea me enviou:

1 kg de Arroz Agulha
1 kg de Arroz Carolino
1 kg Arroz para Sushi
1 kg Arroz para Risotto
500 g Arroz Aromático
500 g Baby Rice
500 g Arroz Carolino Integral

Terei muito gosto em preparar os meus pratos com os produtos de arroz que o Bom Sucesso - Orivárzea me enviou.

Muito obrigada Bom Sucesso - Orivárzea por fazerem parceria comigo.

Para conhecerem os produtos do Bom Sucesso - Orivárzea visitem o site e página de Facebook:


segunda-feira, 25 de julho de 2016

Parceria da Galbani

Boa tarde, uma vez mais com orgulho que vos anuncio uma excelente parceria. A Galbani


Foi uma fantástica proposta que tive da Galbani!

E vai ser uma maravilha preparar meus pratos e partilhar com vocês as minhas receitas usando os queijos Galbani.

Fiquem agora a conhecer um pouco sobre a História da Galbani:

A Galbani é a líder italiana das especialidades à base de queijo e um dos principais intervenientes do mercado da charcutaria. A empresa comercializa mais de 300 produtos em 50 países. Com 3100 trabalhadores e quatro unidades de produção em Itália, constitui uma das principais empresas do sector agro-alimentar.
Situadas no norte de Itália (Casale Cremasco, Corteolona, Melzo e Certosa), as quatro unidades de produção utilizam tecnologia de ponta. Todas elas estão certificadas segundo as normas ISO 9002 e ISO 14001.
A qualidade sempre foi palavra de ordem na Galbani: os métodos de produção tradicionais e os controlos rigorosos, são uma garantia de confiança para os clientes e consumidores. Uma exigência da maior importância para a Galbani. A qualidade e a satisfação do cliente constituem prioridades absolutas. É por este motivo que os controlos e os testes se aplicam a toda a cadeia de produção. A Galbani garante uma rastreabilidade sem falhas e cumpre normas de qualidade rigorosas, desde o aprovisionamento de matérias-primas até à obtenção do produto final. "

Muito obrigada Galbani por fazerem parceria comigo.
Para conhecerem os queijos da Galbani visitem o site:





domingo, 24 de julho de 2016

Folhadinhos de Queijo e Mel


Ingredientes:

1 base de massa folhada
Mel q.b.
Queijo amanteigado q.b. Lacticínios das Marinhas
Farinha q.b. para polvilhar

Preparação:

Estenda a massa folhada numa superfície polvilhada com farinha, corte em quadrados 6 cm por 6 cm. Corte o queijo em pequenos pedacinhos, coloque em cada quadrado de massa folhada, regue com o mel por cima dos pedacinhos de queijo. Feche os quadrados de massa folhada de maneira a não sair mel nem o queijo.
Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Leve os folhadinhos num tabuleiro forrado com papel vegetal, ao forno cerca 10 a 15 minutos depende de cada forno, esteja atenta(o) para os folhadinhos não queimarem.
Sirva esta deliciosa entrada.

sábado, 23 de julho de 2016

Parceria do Gumelo

Boa tarde, mais uma vez tenho orgulho de vos anunciar mais uma excelente parceria! Gumelo

Fiquem a conhecer um pouco sobre Gumelo:

A Gumelo é uma startup portuguesa fundada por três amigos de infância: um biólogo, um designer e um farmacêutico:

2009
João Cavaleiro, o biólogo, teve acesso a informação científica que despertou a paixão pela produção sustentável de cogumelos. Com a inspiração de alguns projetos inovadores a ideia nasceu.
2010
Tiago Marques, o designer, juntou-se a este projeto para desenvolver um projeto de branding e comunicação para a ideia – assim nasceu a marca Gumelo
2011
Para concretizar esta ideia era preciso uma visão objetiva e realista. Por isso Rui Apolinário, o farmacêutico, foi um elemento essencial para o desenvolvimento de um modelo de negócio sustentável.
2012
No dia 20 de Janeiro fundámos oficialmente a Gumelo Lda. e no dia 26 de Setembro lançamos oEco Gumelo, o cogumelo gourmet pronto-a-crescer. A forma ecológica, fácil e divertida de cultivar cogumelos em casa, a partir de borra de café.
2013
Em Julho lançamos o Eco Gumelo Citrus, o cogumelo amarelo pronto-a-crescer da espéciePleutorus citrinopileatus.
Em Setembro lançámos o Pre Gumelo, o cogumelo pronto-a-cultivar.
Participámos em diversos eventos de norte a sul em Portugal.
2014
O Eco Gumelo foi distinguido como “Produto do Ano” e com o prémio “SIAL Innovation Bronze Award“. O Eco Gumelo Citrus foi vencedor na categoria de inovação do “Food & Nutrition Awards“. Em Outubro lançamos “O Meu Primeiro Gumelo“. Participámos em vários eventos em Portugal e noutros países da Europa.
Começámos a ter os nossos produtos disponíveis no Reino Unido e Bélgica.
2015
Em Maio lançamos o Gumelo Djamor, o cogumelo rosa pronto a crescer.
Em Novembro lançamos aGumelo UMA, a cerveja artesanal de cogumelos.
Continuamos na nossa afirmação internacional participando em diversas feiras profissionais em diversos países. "

" Responsabilidade Ambiental
Desde o início que a sustentabilidade é uma preocupação central na nossa missão, por isso tentamos reduzir o impacto ambiental em todos os nossos produtos.

Borra de Café
Em 2009 percebemos que podia ser utilizada para produzir cogumelos, e desde então temos feito a recolha junto de vários parceiros a nível regional.
Utilizámos apenas borra de café como substrato para o desenvolvimento dos nossos produtos entre 2012 e 2015. Continuamos a recolher este subproduto para a produção do Meu Primeiro Gumelo. "

" Novas soluções para novos desafios
Escalabilidade
Com um projeto de internacionalização em marcha e com a procura crescente dos nossos produtos é importante pensar em formas de crescimento.
Pegada de Carbono
A recolha da borra de café teve sempre impacto ambiental, mas com a necessidade de mais e maiores deslocações este impacto tende a agravar-se.
Consumo energético
Com a manipulação de grandes quantidades de borra de café a sua estabilidade biológica fica comprometida, o que faz com que sejam necessários processos de esterilização de elevado consumo energético. "

" Investigação e Desenvolvimento
Entre 2014 e 2015 desenvolvemos um projeto de I&D com o Centro de Valorização de Resíduos, ligado à Universidade do Minho, para perceber que outros subprodutos da agro-indústria poderiam ser utilizados como substrato alternativo para a produção de cogumelos.
Optámos pelos resíduos agroflorestais, que no fundo são resíduos de madeira proveniente da limpeza de florestas com gestão ambiental sustentável. É este o substrato que utilizamos nos nossos novos cogumelos prontos a crescer. "

" Responsabilidade Social
Alguns dos nossos produtos contribuem para ONGs como a Fundação do Gil e a Associação Laço. Para além disso colaboramos regularmente com escolas e associações da nossa comunidade local. "

O produto Gumelo que recebi:

Original - Com aroma frutado, sabor agradável e textura firme. É muito versátil na cozinha.

É tão simples de como funciona, que vou gostar de ver o processo de crescimento dos cogumelos até poder preparar receitas saborosas com os cogumelos.

Terei muito gosto de preparar pratos com os cogumelos que vou poder ver crescer, e regando até o momento de os usar nas receitas.

Muito obrigada Gumelo por fazerem parceria comigo.

Para conhecerem os produtos do Gumelo visitem o site e página de Facebook:
http://www.gumelo.com/pt/
https://www.facebook.com/gumelo.lda/?fref=ts












terça-feira, 19 de julho de 2016

Creme de Ananás queimado


Ingredientes:

450 ml de água
300 g de puré de ananás (de conserva)
200 g de açúcar
50 g de amido de milho
6 gemas

(Para o Queimado e Decoração)

Açúcar amarelo q.b.
Abacaxi desidratado Hands on Earth

Preparação:

Triture o ananás. Coloque a água num tacho, juntamente com o puré de ananás. Leve ao lume, até que levante fervura, reserve.
Numa tigela, junte o açúcar com o amido de milho, e as gemas. Mexa e junte ao preparado de ananás, envolva muito bem.
Leve novamente ao lume, mexendo sempre, até ferver. Retire, distribua em taças, e leve ao frigorifico, até ficar fresco.
Antes de servir, espalhe em cada taça, o açúcar amarelo e queime com um ferro próprio ou com o maçarico para queimar.
Decore com o abacaxi. Sirva de imediato.

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Parceria dos Lacticínios das Marinhas

Boa tarde, mais uma vez anuncio uma nova e excelente parceria, os Lacticínios das Marinhas


Fiquem a conhecer os excelentes queijos que a Lacticínios das Marinhas me enviou:

Queijo Marinhas:

" Características relevantes do produto:
Queijo curado, prato, com aproximadamente 1,1 Kg, fabricado a partir de leite pasteurizado, parcialmente desnatado, com adição de fermentos lácteos, cloreto de cálcio e coalho, sem corantes, com um teor de matéria gorda entre 12 e 16%, casca não comestível.
Formas de utilização/consumo:
Pronto a consumir. Consumo directo ou indirecto.
Data de durabilidade mínima:
2 meses após a data de fabrico.
Conselhos ao Consumidor:
Como não tem revestimento externo este queijo está em contínuo processo de cura, o que acentua o seu paladar.
Podem aparecer bolores na casca que devem ser limpos com uma escova ou um pano húmido.
Deve ser conservado em local fresco e arejado, longe de fontes de cheiro e sabor intensos."


Queijo Marinhas Amanteigado:

"Características relevantes do produto:
Queijo curado com + 30% M.G., tipo prato, fabricado a partir de leite de vaca pasteurizado, com adição de fermentos lácteos, cloreto de cálcio e coalho, com revestimento externo (dispersão aquosa co-polimera, inibidora do desenvolvimento microbiano) de cor branca e uma cinta em malha de algodão. Sem corantes, nem conservantes.                                   Formas de utilização/consumo:
Pronto a consumir. Consumo directo ou indirecto.
Data de durabilidade mínima:
3 meses após a data de fabrico.
Conselhos ao Consumidor:
Ler atentamente as instruções na rotulagem. Consumir à temperatura ambiente."


Queijo Cremoso:

"Características relevantes do produto:
Queijo fundido em creme, fabricado a partir do queijo ”MARINHAS”, com adição de sais de fusão, com um teor de + 5% M.G.. Queijo fundido magro, para barrar no pão, tostas, bolachas, etc.
Formas de utilização/consumo:
Pronto a consumir. Consumo directo ou indirecto. Para barrar.
Embalagem:
Bisnagas com aproximadamente 145 g. 
Data de durabilidade mínima:
2 meses após a data de fabrico.
Conselhos ao Consumidor:
Ler atentamente as instruções na rotulagem. Consumir de preferência à temperatura ambiente."

Terei muito gosto em preparar meus pratos com os excelentes queijos que a Lacticínios das Marinhas me enviou.

Muito obrigada Lacticínios das Marinhas por fazerem parceria comigo.

Para conhecerem mais sobre a Lacticínios das Marinhas visitem o site e página de facebook:





sexta-feira, 15 de julho de 2016

Tarte de Peru e Legumes




Ingredientes:

1 base de massa folhada
75 ml de azeite
1 alho francês
50 ml de vinho branco
Pimento q.b.
1 lata de cogumelos
2 Peitos de Peru
25 ml de água
Flor de Sal com Azeitonas verdes q.b. Hands on Earth
Pimenta preta q.b. Suldouro - Navires
Oregãos q.b. Suldouro - Navires
1 pacote de natas
3 ovos

Preparação:

Estenda a massa folhada numa tarteira, pique levemente com um garfo a massa. Reserve.
Corte o alho francês em meias luas finas, o pimento em pequenos cubinhos, os cogumelos laminados, o peito de peru em pequenos pedaços. Reserve.
Leve um tacho com o azeite a aquecer, junte o alho francês e deixe refogar. Acrescente o vinho, deixe levantar fervura, coloque o pimento e o peito de peru, tempere com a flor de sal com azeitonas verdes, os oregãos, a pimenta preta, deixe refogar. Acrescente a água e os cogumelos, retifique os temperos se necessário. 
Retire do lume, junte as natas, e os ovos batidos.
Verta na tarteira o preparado, e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC cerca de 25 a 30 minutos.

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Parceria da Quinta do Côro

Boa tarde, hoje vos trago mais uma excelente novidade, desta vez a parceria com a Quinta do Côro

A história da Quinta:

"A Quinta do Côro, fica situada junto à Vila do Sardoal, distando em linha recta 6 Km do rio Tejo. A Vila florida do Sardoal, existe desde tempos remotos e já em 1313, a Rainha Sta Isabel, mulher do Rei D. Dinis, o Lavrador, concedeu privilégios diversos aos juízes e procuradores do Concelho ( documento existente no arquivo municipal). 
Em 7 de Dezembro de 1432, nasceu, nesta Vila a Infanta D. Maria, filha do Rei D. Duarte e D. Leonor. 
O Sardoal apresenta um casco histórico, com arquitectura muito rica e várias casas solarengas, a merecer uma visita, assim como as diversas Igrejas e Capelas com rico revestimento de azulejaria e talha dourada, séc. XVII E XVIII. 
A Quinta do Côro faz extrema a nascente com a azinhaga do Sobreiro D. Maria, encostada à Vila de Sardoal. A propriedade tem cerca de 70 hectares, dos quais, 20 hect., estão plantados com castas predominantemente tintas: Touriga Nacional; Trincadeira Preta; Cabernet Sauvignon; Syrah; Alicante Boushet e Petit Verdot. 
Em 10% da área encontram-se castas brancas: Encruzado; Verdelho e Arinto. 
É propriedade da família Vieira Graça, desde 1966. 
Os terrenos são argilo-calcários, em encostas suaves com as vinhas expostas a Sul e protegidas a Norte por floresta de pinheiros, carvalhos e sobreiros. 
A Adega actual, reconstruída em 2002, tem capacidade para 200 000 litros, com equipamentos modernos, em aço inox, que copiam os equipamentos antigos, com tanques e pisa. 
Todos os vinhos tintos estagiam de 6 meses a 1 ano em barricas de carvalho Americano ou Francês. 
Na Quinta do Côro, produzem-se vários doces, há cerca de 30 anos, que se encontram na maior parte das lojas Gourme t, de qualidade, pelo país ( Marmelada Quinta do Côro; Geleia de Marmelo; Cubos de Marmelada e Figos Delicias de Pingo de Mel). 
A Quinta possui, no espaço do antigo lagar de azeite, recuperado como pequeno museu Agro-Industrial, uma sala de provas, com capacidade para 40 pessoas. 
Existem, duas casas rústicas, com capacidade para alojar 8 a 10 pessoas. Servem-se refeições sob encomenda. 
A Quinta, ostenta uma árvore gigante, um sobreiro centenário, tido de interesse público."

Os deliciosos produtos que a Quinta do Côro me enviou:

1 saco de Delícia Pingo de Mel (Figos)
2 frascos de Doce de Figo 
2 embalagens de Marmelada
1 saco de Marmelada em Cubos
2 frascos de Geleia de Marmelo

Terei muito gosto em preparar os meus pratos com o produtos que a Quinta do Côro me enviou.
Muito obrigada Quinta do Côro por fazerem parceria comigo

Para conhecerem os produtos da Quinta do Côro visitem o site e a página de facebook:

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Gelado de Gelatina Stevia de Morango com Molho de Framboesa




Ingredientes:

(Para o Gelado de Gelatina Stevia de Morango)

2 saquetas de Gelatina Stevia de Morango Condi
250 ml de água quente
200 ml de água gelada
1 lata de leite condensado magro
2 pacotes de natas 

(Para o Molho de Framboesas)

200 g de framboesas
150 g de açúcar amarelo
1 colher (de chá) de sumo de limão

Preparação:

(Do Gelado de Gelatina Stevia de Morango)

Numa tigela coloque as saquetas de gelatina, acrescente a água quente, e mexa até a gelatina se dissolver, junte a água gelada, e mexa.
Na taça da batedeira coloque o leite condensado, as natas, e a gelatina, bata durante cerca de 2 a 3 minutos de maneira a tudo ficar bem misturado. Leve num recipiente ao congelado por 3 horas.
Depois de 3 horas no congelador, retire e volte a bater com a batedeira durante 10 minutos. Coloque no recipiente novamente e leve ao congelador pelo menos 4 horas ou mais, antes uns minutinhos de servir, retire o gelado do congelador.

(Do Molho de Framboesas)

Num tigela coloque as framboesas, o açúcar amarelo, e o sumo de limão. Triture com a varinha.
Leve num tacho ao lume brando, mexendo sempre até levantar fervura. Retire do lume, coe com um coador de rede. Deixe arrefecer.

(Para servir)

Faça bolas de gelado, coloque numa taça e regue com o molho de framboesas, e delicie se com o gelado.

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Wrap de Atum com Molho Especial


Ingredientes:

Folha de wrap (tortilha)
Atum em lata
Alface 
Tomate
Cebola

(Para o Molho Especial)

100 g de Maionese
1 colher (de chá) de mostarda
1 colher (de café) de molho inglês
Algumas gotas de limão
Oregãos da Suldouro

Preparação:

Lave as folhas de alface que quiser, lave o tomate e corte em rodelas, lave a cebola e corte em meias luas. E reserve.
Escorra o atum e esmague. E reserve.

(Do Molho Especial)

Numa tigela coloque a maionese, a mostarda, o molho inglês, o limão, e os oregãos, e mexa muito bem. E reserve.

(A montagem do Wrap)

Na folha de wrap, coloque o molho que preparou, depois as folhas de alface, o tomate, a cebola, o atum, e finalize com um pouco mais do molho. Enrole o wrap, e sirva.

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Parceria dos Constantinos

Boa noite, hoje dou vos a conhecer mais uma excelente parceria! Os Constantinos

A História dos Constantinos:
"A Constantinos iniciou a sua atividade em 1990, como evolução natural da atividade grossista do seu fundador – José Constantino – que contava, já na altura, com mais de 25 anos de vasto conhecimento do mercado do bacalhau. Mais tarde, a empresa entrou noutros mercados com a importação do bacalhau seco da Noruega, Islândia e da Rússia, acabando, também, por importar bacalhau salgado verde.
Em 1997, inaugurou as atuais instalações fabris de Torres Vedras, construídas de raiz para o efeito, onde passa a fazer a transformação de uma parte significativa da sua matéria-prima.  Este novo estabelecimento fabril, concebido de acordo com as exigências legais para a indústria alimentar, ainda hoje se mantém na vanguarda. Possui uma área coberta de cerca de 7.200 m² e uma capacidade de armazenagem frigorífica superior a 2.000 toneladas. Todos os critérios de higiene, segurança e controlo de qualidade são constantemente observados e controlados.  Em 2006 inaugura uma segunda unidade de transformação, de idênticas dimensões, desta vez em Aveiro.
Após uma forte implantação no exigente mercado Nacional, esta empresa de cariz familiar optou por começar a exportar os seus produtos para Angola e atualmente já alcançou outros mercados: o da Europa, Brasil, Austrália e Estados Unidos.
Em 2015, a Constantinos comemora 25 anos de existência e mantém-se fiel aos seus princípios, baseando o processamento dos seus produtos em padrões de qualidade tradicionais e privilegiando a melhor matéria-prima, o bacalhau salgado verde.

A Constantinos é hoje uma marca sólida, com elevada qualidade, que aposta no desenvolvimento de novos produtos, com o objetivo de manter a preferência dos consumidores de bacalhau mais exigentes do mundo."

Sobre o Bacalhau:
"Pescado nas águas frias e limpas do mar do Atlântico Nordeste, o Gadus morhua - matéria prima do bacalhau Constantinos - é importado diretamente dos melhores produtores da Noruega e da Islândia. Além disso, é exclusivamente proveniente de capturas legais que seguem as regras internacionais da pesca sustentável.
Por se tratarem de indivíduos selvagens, capturados no mar, é naturalmente isento de OGMs (organismos geneticamente modificados). O processo de salga e secagem preserva todas as características nutricionais do pescado fresco, proporcionando ao consumidor final um alimento de elevada qualidade.
O sal utilizado no processamento do produto é exclusivamente sal marinho virgem de qualidade alimentar."

Missão, Vissão e Valores
Missão:
"Satisfazer as necessidades e desejos dos seus clientes e consumidores (ao nível da qualidade e conveniência dos seus produtos) através da transformação e comercialização do melhor bacalhau do mundo."
Vissão:
"Ser conhecida e reconhecida pela qualidade dos seus produtos no mercado nacional e crescer de forma sustentada no mercado internacional."
Valores:
"Dedicação, Diferenciação, Ética, Paixão, Profissionalismo, Qualidade, Responsabilidade social e ambiental, Rigor, Segurança alimentar, Tradição."

Os produtos de bacalhau que os Constantinos me enviaram:
1 Caixa com 1 kg de bacalhau salgado
2 embalagens de bacalhau do pacífico desfiado

Terei muito gosto em preparar os meus pratos com os produtos de bacalhau que os Constantinos me enviaram.
Muito obrigada Constantinos por fazerem parceria comigo.
Para conhecerem os produtos dos Constantinos visitem o site e a página de facebook:

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Bolo de Iogurte, recheio de Creme de laranja, e cobertura de Chantilly e Frutas




Ingredientes:

1 embalagem de Preparado para Bolo de Iogurte Condi

(Para o recheio)

150 g de açúcar
Raspa de 1 laranja (só a parte laranja)
60 g de manteiga
80 ml de sumo de laranja
3 ovos
1 colher (de sopa) de amido de milho

(Para a Cobertura e Decoração)

400 ml de natas 
5 colheres (de sopa) de açúcar 
Baunilha em pó q.b.
Morangos q.b.
Pêssego q.b.

Preparação:

Prepare o Bolo de Iogurte conforme as indicações na embalagem. Coza o bolo como indica a embalagem mas numa forma sem chaminé de 24 cm. E reserve.

(Do recheio)

Num tacho coloque o açúcar, a manteiga, a raspa da laranja, o sumo de laranja, e leve ao lume até levantar fervura, retire do lume.
Numa tigela bata os ovos, acrescente o amido de milho e bata muito bem. Junte ao preparado que esta no tacho.
Leve novamente ao lume, mexendo sempre até levantar fervura.
Deixe arrefecer.

(Da Cobertura e Decoração)

Corte os morangos e os pêssegos e reserve.
Na batedeira coloque as natas que devem estar bem frias, quando já estiverem quase a ficar firmes, junte o açúcar aos poucos, e a baunilha, e deixe bater até ficar bem firmes. Reserve.

A montagem do Bolo:

Corte o Bolo de Iogurte em duas partes, coloque o recheio numa das partes que já esta no prato que vai servir.
Barre chantilly, e decore com os morangos e os pêssegos, finalize com uns pequenos pormenores de chantilly a decorar. 



segunda-feira, 4 de julho de 2016

Parceria da Dom Duarte

Boa tarde, com orgulho que vos anuncio mais uma excelente parceria! A Dom Duarte


Vamos saber um pouco sobre a Dom Duarte:

"Corria o ano de 1997, quando o Sr. João percebeu que teria de começar a fabricar o seu muito cobiçado molho de francesinha, que, já comercializado para cafés, precisava de ser produzido de forma mais intensa tal era a procura! Surge nesta altura, a marca Dom Duarte!
Este delicioso produto era, nesta altura, mantido em embalagens de plástico rígidas e depois congelado.

A adesão ao molho foi um sucesso tal, que a Dom Duarte precisou de redimensionar a sua produção face à procura. A solução foi um investimento numa linha de produção onde o molho começou a ser embalado em frascos de vidro.

Com o sucesso do Molho Francesinha, surge a vontade de continuar a impressionar os nossos ávidos consumidores, mas agora com outros molhos, como o Molho de Bifana, Moela, Cachorro especial e Churrasco.

Para conseguir chegar a todos os que procurassem a qualidade Dom Duarte, começámos a aparecer no retalho e nas grandes superfícies.

E como temos um certo gostinho por excelência, pensámos em alargar esta qualidade Dom Duarte, começando também a produzir chás e infusões (sem confusões!), especiarias e deliciosos temperos para aqueles pratos tão especiais.

E ao longo de todo o processo, em plena consciência da importância do tradicional e do caseiro, fomos sempre privilegiando os ingredientes naturais e as fórmulas tradicionais.

Orgulhamo-nos da qualidade dos nossos ingredientes e sentimos o reconhecimento dos nossos consumidores.

Prometemos continuar a surpreender e a impressionar com sabores únicos e especiais. Porque os seus pratos merecem o melhor dos sabores."

Os deliciosos produtos que a Dom Duarte me enviou:

2 frascos com 250 grs cada de Polpa de Tomate
2 frascos com 250 grs cada de Molho de Caril 
2 frascos com 250 grs cada de Molho de Cervejeira 
2 frascos com 250 grs cada de Molho de Pizza e Massa
1 frasco com 500 grs de Molho de Churrasco Picante 
1 frasco com 500 grs de Molho de Moelas
2 frascos com 500 grs cada de Molho de Francesinha
1 frasco com 200 grs de Massa de Alho
2 frascos com 200 grs cada de Vinha de Alho
1 frasco com 60 grs de Tempero para Bifes
1 frasco com 200 grs de Tempero de Pimentas
1 caixa de Chá de Emagrecimento
1 caixa de Chá de Menta
1 caixa de Chá de Camomila
1 caixa de Chá de Cidreira
1 caixa de Chá Durmam Melhor
1 caixa de Chá Colesterol
1 caixa de Chá de Tília

Terei muito gosto em preparar os meus pratos com estes deliciosos produtos.

Muito obrigada a Dom Duarte, em especial ao Sr.João pela sua simpatia em aceitar fazer parceria comigo.


Para conhecerem os deliciosos produtos da Dom Duarte visitem o site:
http://www.domduarte.com/

E aqui vos deixo fotos dos produtos que recebi da Dom Duarte: